Retrospectiva 2021: Comissão para Cultura e Educação da CNBB está empenhada para a realização da Campanha da Fraternidade de 2022 sobre Educação

O ano de 2022 será bem especial para a Comissão Episcopal Pastoral para Cultura e Educação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil já que a Campanha da Fraternidade vai tratar da temática Educação.

No balanço anual realizado, em uma reunião online, entre os bispos referenciais para Cultura e Educação nos regionais da CNBB e assessores dos setores Universidades, Bens Culturais, Educação, Ensino Religioso e Cultura – setores que compõem a comissão, o grupo fez uma análise do Capítulo IV do Texto Base da Campanha da Fraternidade 2022, que terá como tema: “Fraternidade e Educação” e o lema “Fala com sabedoria, ensina com amor”, (Pr 31,26).

“Não obstante a pandemia, o ano de 2021 foi muito produtivo para a nossa Comissão. Destaco o empenho de todos na preparação da Campanha da Fraternidade de 2022 sobre Educação. Nesse sentido, antevejo o próximo ano como fecunda oportunidade de incrementação dos trabalhos de todos os Setores da Comissão que se esmeraram na preparação dos subsídios específicos da CF 2022”, avalia o novo arcebispo de Goiânia e presidente da Comissão Episcopal para Cultura e Educação da CNBB, dom João Justino de Medeiros Silva.

Ao longo de 2021, a comissão realizou cerca de 30 edições das ‘lives de quarta’ – webinares semanais que abordavam diversos temas ligados ao trabalho pastoral dos cinco setores da comissão. Ao longo dessas edições passaram pelas lives diversos professores, mestres e doutores, bispos e leigos e leigas que colaboram com o trabalho da comissão nos 19 regionais da CNBB.

Reprodução

Outro marco importante para a comissão foi a assinatura, em 16 de junho de 2021,  do inédito e histórico Acordo de Cooperação Técnica (ACT) entre a CNBB  e Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), que estabelece uma parceria para realizar ações conjuntas de preservação e valorização do Patrimônio Cultural sob gestão da Igreja Católica no Brasil. Igrejas, conventos, residências e acervos de arte sacra estão entre os bens culturais incluídos no acordo que abrange cerca de um terço do total dos bens tombados pelo IPHAN.

Antes de encerrar o ano, a comissão realizou por meio do Setor Universidades, em parceria, com a Sociedade Brasileira de Cientistas Católicos (SBCC) – vinculada a comissão e com o Grupo de Partilha de Profissionais (GPP/MUR), a segunda edição Brasileira e a primeira edição internacional do Congresso de Humanismo Solidário na Ciência (HSC).

Os dois eventos, que ocorreram de 11 a 13 de novembro de 2021, teve como tema “Amizade Social e Cooperação na Ciência”. Ao todo, participam quase 200 participantes, 70 autores de projetos e trabalhos, 50 instituições de educação superior e algumas instituições eclesiais.

No balanço das atividade de 2021, a comissão também fez uma análise dos trabalhos dos temas prioritários de 2021 e apresentaram as propostas para 2022 para cada setor. Também foi apresentada a proposta do projeto da Plataforma de Formação que a comissão pretende oferecer para cursos na modalidade EAD.

Temas Prioritários 2021/2022:

  • Setor Bens Culturais
  • 2021: “O diálogo institucional governamental em vista dos Bens Culturais da Igreja”
  • 2022: “Educar para a gestão integrada dos Bens Culturais da Igreja”
  • Setor Cultura
  • 2021: “O Diálogo com as Culturas e a Fraternidade Universal”
  • 2022: “Educar para o Diálogo com Cultura e suas Expressões”
  • Setor Educação
  • 2021: Itinerários formativos para educadores
  • 2022: “Identificação e fomento dos serviços pastorais em favor da Educação”
  • Setor Ensino Religioso
  • 2021: Elaboração do Estudo Ensino Religioso: fundamentos e método
  • 2022: Recepção do Estudo e articulação do ER nos regionais da CNBB
  • Setor Universidades
  • 2021: Universidades, Pandemia e Novos Ensinos (EAD, Híbrido e Remoto)
  • 2022: Universidades e Estudantes com Deficiências

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários