Nordestão da Pastoral da Educação reúne educadores

A arquidiocese de Olinda – Recife acolheu no fim de semana 20 a 22 de setembro o Nordestão da Pastoral da Educação. O encontro que aconteceu no Convento São Francisco, foi uma iniciativa do Setor Educação dos cinco regionais do Nordeste e teve como ponto central o estudo das Diretrizes Gerais, partilha e planejamento das ações realizadas nas dioceses.  Os participantes também tiveram a oportunidade de refletirem a atualidade da educação, compartilharem experiências e prospectarem em vista da atuação da Igreja no ambiente educacional. Dom Henrique Soares, Bispo de Palmares e referencial da Educação no Nordeste II, presidiu a celebração de abertura na histórica Igreja Santo Antônio e ressaltou o a importância da vida de oração na missão do educador católico. Com foco nas inspirações para as ações da Pastoral da Educação, Pe. Júlio César E. Resende osc, assessor do Setor Educação, conduziu a apresentação das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (2019-2023).

Como fruto do Nordestão os educadores elaboraram a “Carta de Olinda” cujo objetivo é o de encorajar toda a comunidade Eclesial, pastores e povo no urgente e necessário apoio às ações de formação e articulação da Pastoral da Educação. Na carta os educadores afirmam: “Urge de nossa parte pensar a Educação no Brasil e a realidade e o contexto de nossa região em particular, a partir e para além das divergências e das polarizações político-ideológicas, na perspectiva da superação das desigualdades e da injustiça social, da promoção de políticas públicas de Estado, da garantia dos direitos universais, da cidadania e do bem comum”.

Segundo o professor Márcio da Arquidiocese de Natal, “Além das diretrizes e das pistas indicadas pela Igreja, este encontro foi válido para reforçar a importância de pensarmos numa Pastoral da Educação que valorize e integre as experiências e vivências dos diferentes agentes e sujeitos educativos, superando o individualismo e o fechamento pastoral, avançando no caminho que indica o Papa Francisco na Evangelii Gaudium”. Já Luís Moura, coordenador da pastoral da Educação na Arquidiocese de Olinda avaliou o encontro como “importante no processo de articulação e formação da Pastoral da Educação nas dioceses da região nordeste do país. Aqui em Recife nosso novo empenho será o trabalho junto as escolas públicas”.

Respirando os ares na terra pastoreada por Dom Hélder Câmara, exemplo e inspiração para o trabalho educativo e evangelizador comprometido com os mais sedentos e necessitados do pão e da casa comum da Educação, e de Paulo Freire, patrono da Educação brasileira, os educadores do Nordestão reforçaram seu compromisso com a ação evangelizadora no ambiente da educação.

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários