DOM PAULO CEZAR COSTA, BISPO REFERENCIAL DO SETOR UNIVERSIDADES, É NOMEADO CARDEAL

O arcebispo de Manaus (AM), dom Leonardo Ulrich Steiner, e o arcebispo de Brasília (DF), dom Paulo Cezar Costa, foram surpreendidos ao acompanharem a oração da Regina Coeli conduzida pelo Papa Francisco, na manhã de ontem. O pontífice anunciou o nome dos dois brasileiros entre os 21 novos membros do Colégio de Cardeais da Igreja Católica.

Os dois partilharam como foi receber a notícia do novo serviço que irão exercer em seu ministério episcopal. Dom Leonardo disse que, primeiro, ficou incrédulo e acredita ser uma alegria para para todos da Amazônia. Do Paulo Cezar Costa avalia como uma “grande delicadeza do Papa Francisco” com a Igreja em Brasília e no Brasil.

Dom Paulo Cezar Costa falou para as redes sociais da arquidiocese de Brasília e com a imprensa durante visita à Paróquia Divino Espírito Santo Paráclito, na região do Park Way, no DF.

Para dom Paulo, “é uma grande delicadeza dele com a Igreja de Brasília, uma grande delicadeza dele com a Igreja do Brasil”. Ele salientou que a responsabilidade aumenta, lembrando que os cardeais “são homens mais próximos do Papa e devem ajudá-lo no governo da Igreja”.

“E eu quero continuar a servir com alegria, olhando sempre pra Maria, que é a serva do Senhor, e sempre peço a ela que me ajude a servir, a continuar a servir à Igreja com alegria. Os cardeais vestem vermelho, vermelho significa sempre o Cristo que nos amou a ponto de dar por nós a própria vida. Que eu possa fazer sempre da minha vida um dom de serviço, um dom de amor, servindo à Igreja de Brasília, servindo à Igreja do Brasil e ajudando o Papa a servir, governando a Igreja do mundo”, disse.

 

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários