Setor Universidades conclui a primeira versão de revisão do Estudo 102

Nos dias 04 e 05 de 2018, no Centro Cultural Missionário, em Brasília-DF, esteve reunida a Comissão de Sistematização do projeto de revisão do Estudo 102. Participaram da reunião o Pe. Danilo Pinto, assessor do Setor Universidades (SU) da CNBB, Ir. Cláudia Chesine, gerente de pastoral da ANEC e representante das Congregações, Prof Humberto Contreras, assessor metodológico, Prof Fabrizio Catenassi, assessor teológico, Eneida Bonfim, membro da equipe de Avaliação, Investigação Social e Estatística Religiosa do SU e representante da comunidade universitária, Prof Everton Oliveira, representante dos movimentos e comunidades novas.

A reunião foi distinguida em duas partes. No sábado à noite parte da equipe fez a análise das respostas enviadas pelos integrantes da Comissão de Pareceres e expressões eclesiais, que atuam no Ensino Superior nas diversas partes do país. As respostas refletem a fecundidade da ação evangelizadora nos ambientes de cultura e saber, bem como, a adoção de novos critérios à ação evangelizadora, hauridos dos documentos do Pontificado do Papa Francisco e publicados pela Conferência Episcopal dos Bispos do Brasil. Segundo o Prof Fabrizio Catenassi, o processo de revisão do Estudo 102 da CNBB “é uma grande oportunidade para responder ao Vaticano II, que nos pede para olhar os sinais dos tempos. Vivemos um tempo de rápidas e intensas mudanças culturais e esse primeiro trabalho buscou uma leitura respeitosa e profunda sobre o âmbito universitário para que, iluminados por nossas fontes da fé, demos uma resposta corajosa e profética aos novos desafios que enfrentamos”.

Em outro momento, foi analisado cada parágrafo da primeira versão do estudo. A primeira versão do estudo revisado é distinguida em quatro partes, quais sejam, o discípulo missionário no âmbito universitário; urgências e perspectivas para a ação evangelizadora no âmbito universitário; critérios para ação evangelizadora no âmbito universitário; organização e articulação da ação evangelizadora no âmbito universitário. O material será enviado aos pareceristas e coordenadores dos grupos pastorais nos diversos níveis e expressões de Igreja nos próximos dias. Eles terão o prazo de trinta dias para enviar as suas emendas e considerações ao texto enviado. Para o Pe. Danilo Pinto, “o primeiro resultado do texto, feito a partir de metodologia sinodal (consultiva e colaborativa), resultou numa proposta que retrata os dramas e alegrias internas à vivência universitária. Não se trata de um texto alheio às questões pertinentes dos ambientes de cultura e saber, porque foi elaborado por atores deste âmbito”.

Fotografia: Ir. Cláudia Chesine (ANEC)

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *