Comissão Episcopal para Cultura e Educação apresenta ao público o Relatório de Gestão 2015.2 – 2019.1

A Comissão Episcopal Pastoral para Cultura e Educação (CEPCE) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil apresenta ao público o seu Relatório de Gestão 2015.2 – 2019.1. O relatório quadrienal reúne as informações gerais e setoriais (Educação, Universidades, Cultura e Ensino Religioso) da CEPCE. Além destes setores específicos, estão apresentadas as atividades realizadas com o público dos empreendedores cristãos (ADCE). O relatório está distinguido em três partes, quais sejam, visão geral da comissão, indicadores setoriais e cenários da comissão, e documentos.

Na primeira parte é apresentado um breve histórico da CEPCE, a sua atual estrutura organizacional e os relacionamentos institucionais nacionais e internacionais. Muito importante nesta sessão é o registro do percurso dos trabalhos da ação evangelizadora no âmbito da Conferência Episcopal, ao longo da sua história. O primeiro bloco é concluído com a sua atual fisionomia pastoral da Comissão Episcopal e a apresentação do elenco de stakeholders nacionais e internacionais do organismo.

Na segunda parte, cada setor da Comissão Episcopal é analisado a partir dos dispositivos pastorais (forças da ação evangelizadora atuantes no setor específico), os processos pastorais (critérios de atuação e metodologias pastorais) e os resultados pastorais (impacto na realidade eclesial brasileira). “Nesta sessão, tentamos fazer uma tradução pastoral dos critérios de avaliação do Terceiro Setor para o âmbito da Comissão Episcopal. O resultado registrou como fato histórico as forças pastorais e o saber fazer dos setores nos ambientes de cultura e saber, neste tempo”, afirma Pe. Danilo Pinto. Essa parte ainda apresenta uma análise do atual cenário da comissão, nos seus aspectos internos e externos, a partir da ferramenta de gestão estratégica SWOT Análise.

A última sessão reúne um compilado de textos importantes para este tempo de trabalho, a saber, as referências das publicações gerais dos subsídios e notas, planejamento estratégico da comunicação para último biênio, portfólio de atividades realizadas pelos setores da CEPCE e os eventos participados.

Presidente da Comissão, Bispos Referenciais e Assessor na AG CNBB.

O Relatório de Gestão 2015.2 – 2019.1 foi apresentado aos bispos que integraram a Comissão Episcopal no quadriênio anterior, no contexto da 57a Assembleia Geral da CNBB, em Aparecida – SP. Aos assessores nacionais, o Relatório de Gestão foi apresentado em Belo Horizonte-MG, no dia 10 de junho, no encerramento das atividades. Segundo D. João Justino, arcebispo de Montes Claros e presidente da CEPCE, “o presente Relatório contém preciosos elementos para a compreensão do trabalho dos membros da Comissão – bispos e assessores – no período indicado. É quase impossível precisar o número de pessoas envolvidas nos muitos projetos desenvolvidos pela Comissão. A esses irmãos e irmãs sem os quais seria impossível caminhar na evangelização nos âmbitos da cultura e da educação manifestamos nossa gratidão”.

Presidente da Comissão e Assessores, em Belo Horizonte – MG.

O Relatório de Gestão 2015.2 – 2019.1 foi produzido pelos bispos referenciais, assessores e colaboradores da CEPCE.  O material será utilizado na formulação dos projetos e atividades do 23º Plano do Secretariado Geral 2019.2 – 2023.1, juntamente, com as novas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil e outros estudos realizados com o auxílio dos colaboradores setoriais da Comissão Episcopal. O material pode ser encontrado neste link: Relatório de Gestão 2015.2 – 2019.1 VERSÃO FINAL.

Escreva um Comentário

Ver todos os Comentários

Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com a terceira pessoa. Campos obrigatórios marcados como * *